Faça com Tecido: Furoshiki.

Já pensou em embrulhar seus presentes de forma criativa e sofisticada e ainda de quebra colaborar com o meio ambiente? Tudo isso é possível através da prática do FUROSHIKI, arte milenar japonesa usada para embalar roupas, presentes e qualquer outra coisa, utilizando apenas pedaços de tecido e nós.

Esta forma de embrulhar tem suas origens nos banhos públicos (ofurôs), durante o período Edo. As pessoas levavam suas mudas de roupa dobradas e embrulhadas numa trouxa, que chamavam de FUROSHIKI (Furo = banho + Shiki = abrir, espalhar). Com o tempo, o costume entrou em desuso, substituído pelas embalagens descartáveis que tomaram conta do mercado. Porém, recentemente, as preocupações ambientais trouxeram um novo fôlego à arte do embrulho, já que os tecidos podem ser reutilizados.
O FUROSHIKI carrega em suas estampas temas e significados que variam conforme a estação do ano e as festas comemorativas. O tamanho do tecido pode variar, mas os mais comuns são 45, 68 e 72 cm. Pode se usar seda, algodão ou nylon.

 

Se quiser se aprender o passo a passo da técnica do FUROSHIKI, dá uma olhada no vídeo feito pelas meninas do Superziper em 2009.

 

Tem até um FUROSHIKI CLUB.

Depois de tanto capricho, o único risco que vocês correm é de o presenteado ficar mais encantado com o embrulho do que com o presente!  Mas isso não é um problema, certo?

Escrito por: Carolina Moraes